Descoberta do sexo do bebê: mitos e verdades sobre o tema

Um dos momentos mais marcantes na vida de uma mãe é a descoberta do sexo do bebê. Costumam ser instantes de bastante curiosidade e ansiedade. Planos são feitos, chás de revelação e muito mais, tudo para desvendar a grande pergunta: menino ou menina?

Contudo, na mesma proporção da expectativa de desvendar essa grande dúvida, estão os mitos que cercam o tema. Isso pode deixar os papais e mamães bem confusos. E por isso é preciso sempre buscar as informações nos lugares corretos, com quem é autoridade no assunto. Pensando em você e em diversas outras pessoas, preparamos um material especial, justamente para contar as verdades sobre o momento.

Mitos e verdades sobre a descoberta do sexo do bebê

Uma das características que adquirimos nesse meio tempo foi o aperfeiçoamento da nossa defesa aos agentes estranhos que provocam doenças (os chamados agentes patológicos, ou simplesmente patógenos).

Essa rede de células defensoras do nosso corpo é chamada de sistema imunológico, sendo a imunidade nossa capacidade de se defender dos patógenos e de qualquer substância estranha ao nosso organismo.

As vacinas são, então, compostos bioquímicos capazes de treinar nosso sistema imunológico contra patógenos antes destes nos infectarem.

Quando nos vacinamos, acabamos por apresentar às nossas células de defesa pequenos pedaços de vírus ou bactérias que poderiam invadir nossos corpos e nos deixar doentes.

Estas partículas são chamadas de antígenos, e tem por função estimular a produção dos anticorpos. Os anticorpos são pequenas estruturas que se encaixam na superfície de vírus e bactérias invasoras. 

É dessa forma que nosso sistema imunológico diferencia a célula saudável dos agentes que provocam doenças. Uma vez identificados pelos anticorpos, os invasores são apresentados às células especializadas em matar patógenos. E assim, com toda essa ação orquestrada (aqui descrita de forma simplificada) o organismo humano adquire imunidade aos agentes infecciosos através das vacinas. 

Com a injeção desses antígenos, nosso corpo produz a chamada memória imunológica, que nada mais é que o registro de tudo aquilo que deve ser identificado como perigoso ao corpo e deve ser impedido pelo sistema de defesa.

Tipos de Vacina que existem

Existem diversos tipos de vacinas, dentre as quais as principais são:

Vacinas atenuadas: possuem vírus ou bactérias vivas em suas composições, porém com estes agentes enfraquecidos, sem a estrutura que provocaria infecção no organismo;

Vacinas inativadas: são compostas por vírus e bactérias totalmente inativados (no caso de bactérias, estas estão mortas);

Vacinas com toxóides: estas vacinas são específicas para infecções por bactérias e são produzidas com parte das toxinas produzidas por estes organismos. Estas toxinas são enfraquecidas e ajudam na resposta mais eficiente do sistema imune;

Vacinas com subunidades: possuem apenas partes de vírus e bactérias em suas composições, geralmente os antígenos mais importantes para ajudar na identificação dos agentes infecciosos. As vacinas de mRNA, atualmente utilizadas na pandemia de COVID19, são um exemplo deste tipo de vacina;

Vacinas conjugadas: são vacinas especiais, feitas para tipos específicos de bactérias e usadas em crianças e adolescentes, cujo sistema imune ainda está em desenvolvimento.

Newsletter Sodré

Acompanhe as novidades, dicas de saúde e promoções que o Laboratório Sodré prepara toda quinzena especialmente para você manter sua saúde e economizar com qualidade!

NOSSAS UNIDADES

NOSSAS UNIDADES

Unidade Lins/SP

Rua Rodrigues Alves, nº 172

Unidade Bauru/SP

Rua Rio Branco, nº 12-70

Unidade PROMISSÃO/SP

Rua Ceará, nº 54

Unidade GETULINA/SP

Rua Natal Biongo Mengato, nº 65

PESQUISA DE SATISFAÇÃO

Caso queira realizar a avaliação para exame toxicológico, clique neste link:

Para avaliar as nossas unidades de Análises Clínicas, por favor preencha os campos abaixo.

ACESSE OS SEUS RESULTADOS

Declaro que li e aceito os termos abaixo, assinados por mim durante o atendimento presencial e disponível para consulta aqui.

  1. TERMO DE CIÊNCIA E CONSENTIMENTO PARA SERVIÇOS DE ANÁLISES CLÍNICAS – LEI 13.709/2018 – LEI GERAL DE PROTEÇÃO DE DADOS (LGPD).
  2. TERMO E CONDIÇÕES GERAIS REFERENTE À PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE ANÁLISES CLÍNICAS.